Futebol Internacional: Portugueses lá fora

09 maio 2022 15:39:58 CET
João Cancelo fez a assistência para o 1º golo do City frente ao Newcastle

Chiquinho, Rafael Leão e André Silva foram determinantes nas vitórias das respectivas equipas, mas houve mais golos com assinatura lusa.

Com os campeonatos europeus próximos do fim, verifique o que fizeram alguns jogadores portugueses este fim de semana.

Premier League

A três jogos do fim do campeonato inglês, o Manchester City conseguiu distanciar-se e está agora três pontos à frente do Liverpool, além de ter também a vantagem na diferença de golos, +68 para o City, contra +64 para os reds, naquele que é o primeiro critério de desempate em caso de igualdade pontual.

A equipa de Jurgen Klopp empatou a uma bola com o Tottenham no sábado e tirou alguma da pressão sobre o líder, mas ainda tem 6.00 odds de vencer o campeonato. Diogo Jota começou no banco e só entrou aos 65 minutos da partida para render Jordan Henderson.

Com os defesas Rúben Dias, que saiu lesionado ao intervalo, e João Cancelo a titulares, a história foi diferente no estádio Ethiad, com os citizens a golearem o Newcastle, por 5-0. O primeiro golo, ao minuto 19, teve intervenção portuguesa, com Cancelo a assistir Raheem Sterling, para colocar o campeão inglês na frente do desafio. Bernardo Silva não saiu do banco de suplentes.

Na luta pelo quarto lugar, que garante acesso directo à Liga dos Campeões, o Arsenal também beneficiou do empate dos Spurs, para se colocar a quatro pontos de distânica da equipa de Antonio Conte. Claro que para isso, os gunners tiveram de vencer a sua própra partida.

No Emirates Stadium, o Arsenal, com Cédric Soares no onze inicial e Nuno Tavares no banco, bateu o Leeds por 2-1, que caiu assim para um perigoso 18º lugar, com os mesmos 34 pontos do Burnley, na 17ª posição, mas em desvantagem no goal average.

Na luta para escapar aos lugares de despromoção, o Everton conseguiu uma importantíssima vitória por 2-1 no terreno do Leicester e ocupa agora a 16ª posição da tabela, mas com dois jogos em atraso relativamente ao 15º, Southampton. André Gomes não saiu do banco para os toffees, enquanto noas foxes o lateral português Ricardo Pereira não constou na ficha de jogo.

Em Brighton, o Manchester United foi goleado por 4-0, e nem Cristiano Ronaldo, Bruno Fernandes e Diogo Dalot valeram aos red devils. Como já só lhes falta um jogo para terminar o campeonato, o United arrisca-se a ser ultrapassado pelo West Ham e tem 1.25 odds de terminar na sexta posição.

Já o Wolverhampton orientado por Bruno Lage conseguiu pontuar em Stamford Bridge, ao empatar a duas bolas graças aos suplentes lusos.

O técnico português apostou nos compatriotas José Sá, João Moutinho, Rúben Neves e Pedro Neto de início, e entrou no último terço do jogo a perder 2-0. Porém a magia lusa saltou do banco, com Francisco Trincão a entrar aos 77 minutos para marcar logo dois minutos depois, assistido por Chiquinho, que tinha entrado aos 70 minutos. O avançado luso-guineense fez ainda a assistência para o segundo golo dos Wolves, que selou o empate e consolidou p oitavo lugar do Wolverhampton na Premier League.

Série A

O AC Milan está de volta à liderança da liga italiana, com dois pontos de vantagem sobre o rival, Inter, numa luta renhida pela conquista do título que foge à equipa rossonera à 11 anos.

Para isso foi determinante a actuação de Rafael Leão, que além de vários lances e remates de perigo, fez duas assistências para golo, na vitória do Milan por 3-1 sobre o Verona, que tinha Miguel Veloso no banco.

Quanto à Roma de José Mourinho, joga esta noite, às 19h45 no terreno da Fiorentina e tem 2.62 odds de ganhar, e ganhar vantagem sobre o Atalanta na luta pelos lugares e acesso às competições europeias. Rui Patrício deve ser titular na baliza, enquanto Sérgio Oliveira está de volta às opções do técnico português depois de um jogo ausente por castigo.

Apesar do Veneza, com Nani no banco, ter vencido o Bolonha e terminado uma série de dez jogos sem conseguir os três pontos, é improvável que consiga manter-se na Série A onde ocupa neste momento o 20º lugar.

Bundesliga

O internacional português André Silva esteve em destaque este fim de semana ao anotar o seu 11º tento na liga alemã.

O avançado marcou o primeiro golo da goleada por 4-0 do Leipzig sobre o Ausburgo, e com esta vitória, juntamente com o desaire do Friburgo, a equipa da Saxónia passou a ocupar o quarto lugar da Bundesliga que dá acesso à Liga dos Campeões.

Tiago Tomás também marcou. O seu quarto golo da época no campeonato alemão contribuiu para o empate a duas bolas do Estugarda no terreno do já campeão Bayern de Munique.

O português de 19 anos supreendeu Manuel Neuer logo aos oito minutos de com um remate de primeira à entrada da àrea do emblema de bávaro.

Com este resultado o Estugarda mantém-se na 16ª posição, lugar de play-off de manutenção na primeira divisão alemã, com três pontos de vantagem sobre o Armínia Bielefeld, do defesa português Guilherme Ramos, não perdeu no reduto do VFL Bochum.

Gonçalo Paciência também esteve em destaque na penúltima jornada alemã, ao marcar o golo do empate do Eintracht Frankfurt frente ao Borussia Monchengladbach. Este foi terceiro tento do avançado português esta época.

Com Raphael Guerreiro a titular, o Borussia de Dortmund venceu ao Furth e segue isolado na segunda posição da Bundesliga.

Grécia

Já campeão, o Olympiacos orientado por Pedro Martins, bateu o quarto classificado, Aris de Salonica, por 1-0, com o internacional sub-21 português João Carvalho a ser titular na equipa grega. Rony Lopes não saiu do banco e do lado do Aris, Bruno Gama foi lançado aos 66 minutos da partida para substituir o argentino Mateo García.

Apostas de Futebol

A bet365 utiliza cookies
Utilizamos cookies para fornecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies.
Gerir Cookies
Aceitar
Funcionamento dos Cookies
O funcionamento dos cookies melhora a experiência do utilizador, retendo anonimamente as preferências. São utilizados internamente para fornecer estatísticas agregadas sobre os visitantes nas nossas páginas web.
Aceitar
Cookies Essenciais
Alguns cookies são necessários para que a página web funcione e não podem ser desactivados. Estes incluem:
Gerência de Sessão
Gerem a informação da sessão e permitem que os utilizadores naveguem pela página web.
Funcionalidade
Armazenam informação que nos permite recordar as preferências do utilizador, i.e, idioma preferido, tipos de organização e definições de média. Este tipo de cookies é ainda utilizado para melhorar a experiência do utilizador ao, por exemplo, impedir que a mesma mensagem seja mostrada ao utilizador duas vezes.
Prevenção de Fraude
Armazenam informação que nos ajuda a cessar a utilização fraudulenta da página web.
Rastreio
Armazenam informação acerca da forma como os utilizadores acederam à página web. Necessitamos de registar esta informação para que possamos pagar devidamente aos nossos Parceiros.