Medveded: “Novos campeões acabam por chegar sempre”

26 dezembro 2021 12:41:08 CET

Em vésperas da ATP Cup, o número dois mundial, Daniil Medvedev, falou sobre a  época 2021 e comentou o futuro do ténis masculino.

Em declarações à Sport Express, o russo comentou a mudança de geração que o ténis masculino tem presenciado e lembrou que "a história é cíclica e essa vertigem para o futuro já existia quando Becker e Lendl chegaram ao fim das suas carreiras e depois com Sampras e Agassi".

O ténis não vai acabar com a retirada do Big Three.

Daniil Medvedev

"Novos campeões acabam por chegar sempre, mais cedo ou mais tarde, e desta vez será a mesma coisa. Por mais incríveis que Djokovic, Federer e Nadal sejam, outros jogadores surgirão e manterão a emoção no ténis. O ténis não vai acabar com a retirada do Big Three”, afirmou.

O tenista de 25 anos, que venceu a ATP Cup e a Taça Davis este ano, diz gostar “das duas competições” mas lembra que a primeira tem “a vantagem de dar pontos no ranking”, além de ser um torneio preparatório para um Grand Slam.

A ATP Cup arranca a 1 de Janeiro e marca o arranque da temporada 2022 na qual Medveded tem 5.00 odds de vencer dois Grand Slams.

Quanto à Taça Davis, não compara “o novo formato da Davis com o antigo” porque quase não jogou antes, mas diz gostar “muito deste novo formato” e acrescenta: “as emoções que vivi este ano foram incríveis”.

Medvedev falou ainda sobre aquele que considera “o encontro mais importante” da sua carreira até ao momento, a final do US Open contra Novak Djokovic. Em Nova Iorque, o russo não só disputou pela primeira vez uma final de Grand Slam, como acabou mesmo por conquistar o seu primeiro título Major, ao vencer o sérvio por três parciais de 6–4.

Apostas de Ténis